Edição Limitada do controle SCUF One Avenged para Xbox One

Postado por Thammy Sartori - 25/04/2014 - Sem comentários

Scuf Gaming e o Avenged Sevenfold estão em parceria pela segunda vez para oferecer à edição limitada do “Scuf One Avenged” que é o controle para o Xbox One. No ano passado, havia sido lançado o “Avenged para Playstation” e o “Avenged Hybrid para Xbox 360”.
A edição limitada vem com desenhos do DeathBat, um Deathbat no botão guia, o nome do controle atrás (nos paddles) e são feitos à mão. Somente 2,000 cópias do Scuf One Avenged estarão disponíveis. Junto ao controle, vem um certificado de autenticação com assinaturas dos membros da banda.

scuf gaming

M Shadows diz: “A banda está entusiasmada por trabalhar novamente com a SCUF. Quando a Scuf Avenged Hybrid, para Xbox 360 e PS3 foi lançado ano passado, a resposta foi maravilhosa, quem não comprou foi por conta de que estavam esperando o controle para o Xbox One sair.
Agora que a Scuf lançou está edição limitada do Scuf One Avenged, eu posso supor que a resposta vai ser enorme, pois sei que nossos fãs amam Scuf igual eu amo. Os novos paddles são ótimos e os novos recursos estão muito legais! Como um viciado em jogos, eu estou vidrado nele, realmente melhorou para jogar.
Os controles Scuf ainda são um tesouro oculto no mainstream, mas são muito usados na cena dos jogos profissionais, onde os jogadores mais profissionais usam o Scuf para jogar Call Of Duty!”

O décimo aniversário do álbum “Waking the Fallen” promete surpresas! [bônus] Novo DVD ao vivo.

Postado por Paula Quissack - 28/03/2014 - 8 comentários

Originalmente lançado em 2003, o Waking The Fallen foi o álbum que introduziu o A7X ao mundo do metal em grande escala, estabelecendo-os  como umas das melhores novas bandas  de gêneros pesados.  Com o ano passado sendo uma década  do lançamento desse álbum, a banda decidiu relançar o álbum, com alguns bônus inclusos.

Waking-the-Fallen

 

“Vamos juntar algumas coisas para o décimo aniversário do Waking the Fallen”, diz M Shadows  à Lowdwire. “ Temos tentado pensar em algo que poderíamos acrescentar e encontramos algumas  demos antigas que fizemos com o Teppei  (Teranishi) do Thrice  antes mesmos de gravarmos o álbum” .

As estrelas de Orange County também estarão filmando um show no México para o próximo DVD!

“Estamos filmando na Cidade do México agora e em outros shows também pra entrelaçar  as apresentações pra  esse grande DVD que queremos lançar,” diz o vocalista . “ Provavelmente será lançado antes do Natal”

 

Fonte: Metal Hammer ; Lowdiwire .

Recado de M. Shadows para os fãs brasileiros!

Postado por Lucas - 29/08/2013 - 1 comentário

M.Shadows gravou um pequeno vídeos para os fãs brasileiros. O vídeo possui legendas em português, confiram:

Mensagem do M. Shadows aos fãs

Postado por Thammy Sartori - 13/08/2013 - 2 comentários

Hoje pela manhã M. Shadows postou uma mensagem no site oficial da banda falando sobre um aplicativo para celular do Avenged Sevenfold e da série animada de Hail To The King.
Segue a tradução:

 

Queridos amigos,

Eu gostaria de começar agradecendo à vocês que vieram aos três shows que fizemos neste fim de semana. Estamos nos divertindo desde que saímos do estúdio e começamos nos preparar para o lançamento do nosso álbum “Hail to the King”. Estamos ansiosos para o dia 27/08 e esperamos que vocês estejam também.

A razão pela qual estou escrevendo é para que vocês saíbam sobre algumas coisas que estamos fazendo além de sair de turnê e promover “Hail to the king”. Primeiramente eu gostaria que vocês soubessem que nos últimos 18 meses estamos desenvolvendo um aplicativo IOS/Android móvel baseado em um jogo do Avenged Sevenfold.

Sem revelar muita coisa, só vou dizer que é um jogo de aventura e ação. Ele foi escrito e desenvolvido pela banda e pelos nossos amigos na Subscience Studios. Está ficando incrível. Mal podemos esperar para mostrar mais quando estiver pronto.

O que nós podemos mostrar é um trailer novo da série animada “Hail to the king” (que já postamos aqui no site), que nós e nossos amigos da Machinima estamos trabalhando. O jogo e a série vão andar de mãos dadas um com o outro. Esperamos que vocês gostem dos dois, pois eu sei que nós nos divertimos desenvolvendo eles.

M Shadows fala sobre a gravação de “Hail to the King”

Postado por Lucas - 14/07/2013 - 2 comentários

M Shadows falou com a revista Kerrang! sobre o sexto álbum de estúdio da banda, “Hail to the King”, que será lançado no dia 27 de Agosto. Confira a tradução:

Perguntado de como “Hail to the King” é diferente dos álbuns anteriores, Shadows disse: “Para as últimas gravações, as pessoas tem perguntado o que nós tinhamos ouvido – e são sempre as mesmas coisas, e não mudou. Sempre foi Pantera, Metallica, Megadeth e AC/DC. Nós sentimos que o metal decaiu depois dos anos 90 em termos de produção e composição. O metal não é mais de primeira linha, como costumava ser.”

Ele continua: “Nós resolvemos escrever um álbum que fosse altamente influenciado por gravações do começo dos anos 90 e da metade dos anos 80, que crescemos ouvindo. Então fomos mais pra trás ainda e nos influenciamos em Black Sabbath e Led Zeppelin. Nós estudamos essas gravações, olhamos o que eles fizeram e como eles fizeram. Várias delas vieram do blues, então estudamos blues e música clássica. Só queríamos gravar um álbum que fosse diferente.”

Sobre o sentimento de gravar um álbum completo pela primeira vez sem o Jimmy, Shadows disse: “Quando nós começamos como banda, The Rev não escrevia muito. Até ‘City of Evil’ [2005] e o [autointitulado de 2007] álbum branco, ele não escrevia muito além das partes de bateria. Então nós meio que voltamos para antes disso. Apesar de que definitivamente não gostei muito disso. [No passado], nós chegamos a um ponto após ter escrito seis ou sete músicas e nos sentíamos completamente esgotados. E é aí que ele sempre vinha com umas três ou quatro ótimas músicas, que se encaixavam muito bem no álbum. Ele trouxe uma influência diferente; sempre teve a cabeça toda no metal, e sempre podia escrever em qualquer estilo que você quisesse. Então quando chegamos a seis ou sete músicas para este álbum, nós realmente sentimos a falta dele. Eu realmente desejava que o Jimmy estivesse lá para terminar o álbum. Mas esse não foi o caso, então nós tivemos que usar todo o nosso tempo.”

Shadows também falou sobre como Arin se estabeleceu na banda: “Ele matou neste álbum! Fez tudo o que nós precisamos que ele fizesse. Nós não fomos lá e montamos as batidas pra ele, ou usamos o Pro Tools pra acertar tudo. Ele simplesmente detonou. Ele sabia o que precisava fazer, trabalhou muito na pré-produção e mentalmente esteve no lugar que precisava estar.”

Ele adicionou: “O álbum vai surpreender as pessoas, porque a bateria é completamente diferente do que qualquer coisa que já fizemos. Isto é, por causa de como a composição foi feita. Nós escrevemos músicas que precisavam deste tipo de bateria. Eu conversei com Arin e disse, ‘Veja, as pessoas virão até você por causa de como esse álbum soa. Eles vão pensar que você deveria tocar como o Jimmy e Mike.’ Mas se o The Rev estivesse conosco, é assim que ele teria tocado. Ele não exageraria, ele sentaria lá e tentaria deixá-lo mais poderoso possível, ao invés da técnica que fosse necessária. Eu perguntei para o Arin se ele estava de acordo com isso; perguntei se aceitaria toda aversão que iria receber. Ele disse que estava, e que queria fazer qualquer coisa que fosse melhor para nós e para as músicas.”

Perguntado do quão importante foi para a banda dar um tempo antes de começar a trabalhar no novo CD, Shadows disse: “Nós tivemos a chance de recarregar nossas baterias. Queríamos esperar até alguma inspiração vir até nós. Não queríamos entrar em estúdio tão cedo e lançar qualquer merda. Precisamos de tempo livre porque viajamos por muito tempo, e era hora de sentarmos e relaxarmos. Nós teríamos implodido se tivéssemos gravado um álbum logo depois do fim do ciclo de turnê. Não queremos lançar uma merda; não queremos de repente lançar um álbum terrível por fazer na pressa.”

Ele adicionou: “Nós literalmente relaxamos por alguns meses. E então você se cansa, aí vai gravar porque você está cheio disso. Às vezes, jogado no sofá, você fica inquieto porque você percebe que não poderá fazer apenas aquilo pro resto da sua vida. Todos nós chegamos a esse ponto, então chegamos e fizemos o álbum.”


A seguir, Shadows descreveu três faixas do álbum:

SHEPHERD OF FIRE
“Esta é a primeira música. Apenas ouvindo, você tem a impressão de que foi levado para o inferno. Dos riffs, para os sinos tocando, os trompetes, a batida, parece que você está sendo puxado pra baixo. É bem como Sympathy For The Devil, dos Rolling Stones, tem um demônio falando com você. Ele não é só sobre fogo e enxofre; ele está te levando e te dizendo que pode fazer sua vida melhor do que o cara de cima. Tem uma vibe de tentação, com um caos puro por trás disso.”

REQUIEM
“Nós quisemos fazer um requiem do mal ao invés de todos aqueles, ‘Oh Senhor, me salve.’ Esta é sobre senhor das trevas vir para te salvar e te ressuscitar para o inferno. É louca, uma música doida com orquestras, violinos e todo tipo de loucura. Então tem outras experiências no álbum – eu peguei coisas que acontecem no nosso Johnny’s Bar, e eu explorei na proporção de fazer uma música disso.”

PLANETS
“Essa música é intergalática do tipo Darth Vader – é como uma Marcha Imperial com trompetes e um ataque de metal puro. Tem também outra música chamada ‘Acid Rain’, que segue após ‘Planets’. É a história de amor do que acontece após os planetas se chocarem e você é jogado no espaço com seu amor até morrer. Então tem muitas histórias sombrias e doidas que estão em por todo lugar, mas que são definitivamente muito metal.”


Scans da revista: 01 / 02 / 03

Tradução: Wesley Carlos / Fonte: Blabbermouth

Guitar Center entrevista M Shadows

Postado por Lucas - 24/06/2013 - 3 comentários

M Shadows está na capa da edição Live Recording de Julho da Guitar Center. Na entrevista, Shadows fala sobre vários assuntos abrangendo o novo álbum, como o quão desafiador foi o processo de composição, as diferentes influências de sonoridade, como ele cuida de sua voz tanto na gravação quanto para os shows, detalhes sobre seus vocais nas faixas e muito mais. Se você está ansioso para saber como o novo álbum soará, com certeza ficará muito mais após ler essa entrevista. Neste link você pode conferir algumas fotos exclusivas de Shadows (cortesia do DeathbatNews.com). Leia a seguir a tradução na íntegra:

Se uma coisa fica clara de uma conversa com o M Shadows, é que o Avenged Sevenfold nunca teve medo de ir onde os instintos deles os levavam,  de chegar ao ponto de “resetar” o som da banda, sem ligar para as consequências.

 

A jornada do próximo álbum tem sido desafiadora para o A7X, assim como o processo criativo deles nunca foi acionado para simplesmente ser voltado para o próximo álbum. “Primeiro de tudo”, diz M Shadows “Nós não escrevemos um álbum até que ele venha para nós. Nós não sentamos lá e ficamos procurando por isso, pois é algo que você não pode procurar. Você tem que simplesmente senti-lo e dizer ‘Sabe de uma coisa? Esse ultimo álbum não nos representa mais. É hora de fazer o que sentimos nesse momento’. Por isso que demoramos três anos e meio para lançar um álbum.”

(Ler mais…)

Redes Sociais

Último Vídeo

Turnê


    05/07 – SAN BERNADINO, Califórnia
    06/07 - MOUNTAIN VIEW, Califórnia
    08/07 – AUBURN, Washington
    09/07 – NAMPA, Idaho
    11/07 – PHOENIX, Arizona
    12/07 – ALBUQUERQUE, Novo México
    14/07 – DENVER, Colorado
    16/07 – MARYLAND HEIGHTS, Missouri
    17/07 – CLARKSTON, Michigan
    19/07 – NOBLESVILLE, Indiana
    20/07 – TINLEY PARK, Illinois
    22/07 – MANSFIELD, Massachusetts
    23/07 – SARATOGA, Nova Iorque
    25/07 – TORONTO, Canadá
    26/07 – BURGETTSTOWN, Pensilvânia
    27/07 – HARTFORD, Connecticut
    29/07 – DARIEN CENTER, Nova Iorque
    30/07 – WANTAGH, Nova Iorque
    01/08 – CAMDEN, Nova Jersei
    02/08 – SCRANTON, Pensilvânia
    03/08 – BRISTOW, Virginia
    05/08 – ATLANTA, Geórgia
    07/08 – OKLAHOMA CITY, Oklahoma
    09/08 – DALLAS, Texas
    10/08 – THE WOODLANDS, Texas
    16/08 - OSAKA, Japão
    17/08 - TÓKIO, Japão

Facebook