Resumo dos shows no Japão – Setlists, Vídeos e Fotos

Postado por Lucas - 21/04/2012 - 6 comentários

Dia 19 de Abril, o Avenged Sevenfold fez seu último show no Japão. A banda passou por quatro cidades diferentes. Confira setlists, vídeos e fotos dessa passagem do A7X pelo país logo abaixo:

Warner Music Japan – Synyster Gates agradecendo aos fãs japoneses

16/04/2012 – Tókio, Japão
01-Nightmare
02-Critical Acclaim
03-Welcome to the Family
04-Second Heartbeat
05-Buried Alive
06-So Far Away
07-Afterlife
08-God Hates Us
09-A Little Piece of Heaven
10-Bat Country
Bis:
11-Fiction
12-Unholy Confessions

18/04/2012 – Nagoia, Japão
01-Nightmare
02-Critical Acclaim
03-Welcome To the Family
04-Almost Easy
05-Buried Alive
06-So Far Away
07-Afterlife
08-Beast and Harlot
09-A Little Piece of Heaven
10-Bat Country
Bis:
11-Fiction
12-Unholy Confessions

19/04/2012 – Osaka, Japão
01-Nightmare
02-Critical Acclaim
03-Welcome To the Family
04-Chapter Four
05-Buried Alive
06-So Far Away
07-Afterlife
08-Beast and Harlot
09-A Little Piece of Heaven
10-Second Heartbeat
Bis:
11-Fiction
12-Unholy Confessions

Vídeos ao vivo:
Afterlife @ Club Citta 14/04
Nightmare @ Zepp Tokyo 16/04
A Little Piece of Heaven @ Zepp Tokyo 16/04
Fiction & Unholy Confessions @ Zepp Tokyo 16/04

Fotos:
Avenged Sevenfold @ Zepp Tokyo
Johnny Christ no metrô

Thanks to: Deathbat Japan

Entrevista com Johnny Christ

Postado por Lucas - 27/07/2010 - 18 comentários

O site Bloody-Disgusting postou hoje uma entrevista com Johnny, onde ele fala sobre sobre o processo de gravação do “Nightmare” e sobre o Mike:

Como você está?
Estou bem!

Fantástico! “Nightmare” está para ser lançado e as críticas, pelo menos aqui no Bloody-Disgusting estão sendo muito positivas e cheias de expectativas. Quais são suas esperanças e opiniões sobre o lançamento?

Eu acho que tudo o que eu esperava foi concretizado. A faixa de abertura é uma música que a gente queria que fosse “tapa na cara” de quem a ouvisse, e acho que conseguimos isso. Os fãs estão muito ansiosos, o que é ótimo e não se pode pedir mais que isso.

Eu te vi há muitos anos atrás quando o Avenged Sevenfold abriu para o Mushroomhead. Desde então, a popularidade de vocês tem crescido muito. Como está sendo essa jornada pra você?

Está sendo boa! [risos] Desde a turnê com o Mushroomhead, estamos praticamente fazendo shows sem parar e compondo a música que achamos que é boa sabe? Sempre temos certeza de que o que estamos escrevendo algo que queremos como banda. E amamos fazer turnê, sair por aí tocando, conhecendo os fãs e fazendo alguns novos. É parte do nosso trabalho e parte do que sempre quisemos fazer. Colocamos muito do nosso tempo e esforço para chegarmos onde estamos e com certeza valeu a pena. Agora a turnê é um pouco mais luxuosa. Tem sido uma longa jornada com muitos altos e baixos, mas no geral eu diria que foram mais altos do que baixos e eu fico muito feliz com isso.

Como foi trabalhar com Mike Portnoy no estúdio?

gente percebeu que queríamos mostrar essa música para a maior Foi legal! Mike Portnoy sempre foi um herói pra gente e para o Jimmy. Ele simplesmente combinava com o que queríamos fazer nesse novo álbum. Depois que Jimmy faleceu, não achamos que ia ter outro álbum. A banda ficou em segundo plano, o que estava em primeiro agora era o fato de que nós tínhamos perdido nosso irmão e melhor amigo e por causa disso fomos cuidadosos e percebemos que a gente tinha esse álbum onde Jimmy foi 100% parte dele, e ficamos muito orgulhosos e animados para lança-lo. Então fizemos algumas ligações para ver se Mike podia gravar as partes que Jimmy já havia escrito. E ficaram ótimas! Mike fez um ótimo trabalho, foi muito humilde e disse: “Não importa quantas vezes vocês precisem que eu faça isso, qualquer coisa para que esse álbum saia do jeito que vocês querem”. Ele foi objetivo, tem uma ótima personalidade e conseguiu se entrosar muito bem. Ele se ofereceu para a turnê por algum tempo. Naquela época ainda não estávamos preparados para turnê, mas conforme o tempo passou, a quantidade de pessoas possível, e para continuar o legado de Jimmy, nós vamos fazer uma turnê.

Mike irá ser o baterista do Avenged Sevenfold nessa turnê, para o festival Uproar e, pelo o que eu ouvi, algumas datas além. Pode ser um pouco cedo para perguntar, mas existem planos para depois, quando o Mike não puder continuar na turnê com vocês, a respeito de um novo baterista?

Sim, é muito cedo para dizer. Nós estamos em turnê com o Mike para dar suporte a esse novo álbum e também para fazer uma transição fácil. Mas, quando ele voltar para o Dream Theater ou qualquer coisa outra coisa, nós teremos que respirar fundo e repensar no que nós queremos fazer com a banda.

Além de uma intensa turnê vindo aí, no que mais vocês tem trabalhado?

Agora, nós apenas queremos promover esse álbum e sair por aí em turnê, encontrando os fãs que tem sido maravilhosos por toda nossa carreira e maravilhosos por tudo isso, chegar lá e encontrá-los novamente. Dar a eles um pouco de esperança a qual eles nos deram em um ponto que precisávamos.

A arte e os temas do Avenged Sevenfold tem forte relação com o gênero horror. O quanto esse gênero influencia vocês?

Eu adoro o horror como um gênero! Como uma criança, mais em filmes do que em artes visuais, para mim. Isso sempre foi muito intrigante para mim e eu também sempre amei os aspectos grotescos de uma grande parte dos filmes que eu cresci assistindo. Isso é uma influência maior no meu caráter e na minha personalidade do que na minha música, mas quando isso vai para o lado da arte, nós sempre fomos intrigados por esse tipo de coisa. Nossas artes de álbuns favoritos possuem esse visual de horror como o Eddie do Iron Maiden até o Vic do Megadeth e o Metallica sempre teve álbuns clássicos obscuros. Sempre foi algo que nos atraía e queríamos continuar.

Quais são seus filmes de horror favoritos?

Eu amo o Nightmare on Elm Street original, amo demais Sexta-feira 13 original e muitos outros. Muitos destes são os favoritos da maioria. Mas quando criança, eu tinha dois irmãos mais velhos que assistiriam esses filmes, mas não me era permitido e eu tentava espiar e tentava achá-los para assistir os filmes de qualquer jeito. De todo jeito, um grande fã de filmes de horror.

Redes Sociais

Último Vídeo

Turnê


    10/01 – Glasgow, Escócia
    12/01 – Newcastle Upon Tyne, Tyne and Wear
    13/01 – Birmingham, Inglaterra
    15/01 – Sheffield, Inglaterra
    16/01 – Manchester, Inglaterra
    18/01 – Nottingham, Inglaterra
    19/01 – Cardiff, País de Gales
    21/01 – Londres, Inglaterra
    22/01 - Londres, Inglaterra
    12/02 – Frankfurt, Alemanha
    13/02 – Hamburgo, Alemanha
    15/02 – Berlim, Alemanha
    16/02 – Düsseldorf, Alemanha
    18/02 - Amsterdam-Zuidoost, Holanda
    20/02 – Estugarda, Alemanha
    21/02 - Rudolfsheim-Fünfhaus, Áustria
    25/02 – Munique, Alemanha
    26/02 – Zurique, Alemanha
    28/02 – Lila, França
    01/03 – Luxemburgo, Luxemburgo
    02/03 – Paris, França
    04/03 – Copenhague, Dinamarca
    07/03 – Helsínquia, Finlândia
    09/03 – Estocolmo, Suécia
    10/03 – Oslo, Noruega
    07/05 – Kannapolis, Carolina do Norte

Facebook