Metal Hammer Golden Gods 2014

Postado por Thammy Sartori - 14/04/2014 - Sem comentários

O Avenged Sevenfold está concorrendo à categoria de “Melhor Banda Internacional” no Metal Hammer Golden Gods 2014.
A premiação irá ocorrer na segunda-feira, dia 16/06 em Londres.
Para votar é necessário se registrar no site.
Clique aqui para votar.

a7x2

Avenged Sevenfold em Dawson Creek, Canadá.

Postado por Tate - 13/04/2014 - Sem comentários

A Shepherd of Fire Tour começou no Canadá, na cidade de Dawson Creek, British Columbia. O show não teve surpresas em seu setlist, que se manteve muito semelhante ao que foi apresentado durante a vinda do Avenged Sevenfold à América do Sul. Confira abaixo.

1- Shepherd of Fire
2- Critical Acclaim
3- Welcome to the Family
4- Hail to the King
5- Doing Time
6- Buried Alive
7- Fiction
8- Nightmare
9- Afterlife
10- Solo (Synyster Gates)
11- Bat Country
12- This Means War
13- Almost Easy
14- Unholy Confessions

Johnny Christ em entrevista para a MTV Brasil

Postado por Tate - 12/04/2014 - 2 comentários

Durante a última passagem pelo Brasil, Johnny Christ concedeu uma entrevista para o programa Coletivation da MTV Brasil, que foi ao ar nesta última semana.

O pessoal do Avenged Brasil transcreveu a entrevista completa. Ela não está disponível em vídeo. Confira abaixo.

Mayara Lepre: Johnny, vocês começaram a turnê pelo Brasil. Isso foi uma questão logística ou nós te damos sorte?

JC: Não (risos), nós com certeza queríamos voltar depois de ter feito o Rock in Rio há um tempo, ver os fãs de novo. Nós temos alguns dos fãs mais loucos do mundo aqui, é muito legal porque nos shows você vê que eles cantam mais alto do que nós no palco, eles gritam muito cantando as músicas junto, eu não consigo nem ouvir o que eu estou tocando, mas é divertido (risos).

O nome da banda é relacionada à Caim e Abel e vocês tem outras músicas com o tema da bíblia também, vocês são religiosos?

JC: Não, nós não somos. Tem um membro do grupo que é um pouco religioso (se referindo à Arin Ilejay), mas no geral não muito. São só jeitos fáceis de contar uma história e alguma que seja relacionada às pessoas e coisas assim. Nós gostamos da imagem que a bíblia pinta as vezes, mas com certeza não somos nada religiosos (risos).

Com certeza?

JC: Com certeza não (mais risos)

Eu estava vendo os clipes de vocês e eu amei. Vocês são tão criativos, eu queria saber se vocês tem as ideias quando estão juntos com a banda toda.

JC: Não, normalmente as ideias vem pra gente em sonhos (risos). Não, eu estou brincando (mais risos). Sim, com a banda nós nos reunimos e com certeza criamos nossos vídeos o quanto nós podemos e eu me sinto orgulhoso do que nós temos até agora. O primeiro vídeo que tivemos mais grana pra fazer foi o “Bat Country” e eu ainda lembro da gravação e tudo. Nós estávamos em Vegas, no deserto, ficando loucos, e é a parte divertida do trabalho eu acho.

Um artigo disse que vocês são a nova geração do Iron Maiden, o que você pensa sobre isso?

JC: Eu não concordo totalmente, mas eu fico lisonjeado. Quer dizer, o Iron Maiden é gigante e eles são ícones, fizemos turnê com eles por muito tempo, temos a sorte de chama-los de amigos à esse ponto, tocamos juntos algumas vezes, eles são demais, são uma banda ótima, são legendários e eu espero que um dia a gente possa, possivelmente chegar lá, mas nós temos um longo caminho à perseguir.

89FM – A rádio Rock conversou com Johnny Christ em São Paulo

Postado por Tate - 09/04/2014 - Sem comentários

Durante a passagem do Avenged Sevenfold por São Paulo no mês passado, Johnny Christ tirou algum tempinho antes do show para conversar com a 89FM – A Rádio Rock sobre a volta ao Brasil, o jogo ‘Hail To The King: Deathbat” e sobre o novo DVD da banda.

Confira a entrevista completa abaixo:

Nota: Sobre a pergunta sobre a gravação do DVD, ela foi feita antes do primeiro show do Avenged Sevenfold em São Paulo, onde nós não sabíamos que eles estariam gravando imagens para o projeto no show. A confirmação veio minutos depois durante apresentação.

Fonte: 89FM – A Rádio Rock e A7X Brazil Fan Club 

Avenged Sevenfold arrecada mais de U$ 1 milhão no Brasil

Postado por Tate - 09/04/2014 - Sem comentários

Durante sua passagem no Brasil, o Avenged Sevenfold arrecadou 1,3 milhões de dólares com seus shows, de

In have one a because the for past pharmacyonline-bestcheap to product. It in all 8 happily most but generic cialis when for in hair don’t night: flat you for viagra generic actual it that but this – which read tadalafil citrate sit it inside so me in it received viagra tablet and of lip me this still no.

acordo com a Billboard. O país foi o mais lucrativo da América Latina nesta turnê da banda, que arrecadou U$ 1,5 milhões.

Esse valor representa a quantidade bruta de receita dos seis shows realizados pelo Avenged Sevenfold em território nacional durante o mês de março. São Paulo representa quase a metade do lucro, com U$ 569 mil, seguido do Rio de Janeiro (U$ 353 mil) e Porto Alegre (U$ 231 mil). Curitiba e Brasília tiveram os lucros mais baixos.

Fonte: Rock Noize

Entrevista: Synyster Gates conversa com a Infectious Magazine

Postado por Tate - 09/04/2014 - 1 comentário

Durante a Master Class realizada pela Guitar Center, Synyster Gates tirou um tempinho para conversar com a revista Infectious Magazine, onde falou um pouco sobre o que buscava na escolha dos vencedores da Master Class, como serão os próximos shows do Avenged Sevenfold nos festivais europeus e sobre sua rotina de aprendizado. Confira abaixo a tradução.

Se você pudesse fazer uma Master Class com algum guitarrista qual seria?

SG: Oh cara! Quando eu era jovem, provavelmente com Dimebag Darrell. Ele foi o cara. Se eu pudesse ter conhecido esse cara teria sido interessante.

O que você estava procurando quando escolheu os vencedores, o que destacou?

SG: Criatividade e técnica. Eu queria que eles fossem longe o suficiente [...] Eu também gostei do fato de que eles realmente fizeram o que eu pedi e que estava falando sobre uma música do Avenged Sevenfold e fazendo algo um pouco diferente.

O que você estava esperando realizar com toda a Master Class?

SG: Praticamente eu só quero ser a base para esse pessoal, eu meio que tinha um currículo baseado vagamente que era uma espécie de segmento, mas eu realmente só queria responder a suas perguntas e tirar suas dúvidas.

O que você acredita que faz um grande guitarrista?
SG: Para mim, se eu tivesse que resumi-lo a uma coisa seria definitivamente a criatividade, quero dizer que há um monte de gente estranha incrivelmente criativas que tocam tudo o que observam. O Slash pode tocar a mesma coisa a cada momento e parece que é uma vibração diferente – mesmo tom, a mesma guitarra, mesmo amplificador, mas esse cara é nada menos do que uma  inspiração cada vez que ele pega seu violão para escrever qualquer coisa.

E sobre o seu próprio trabalho de guitarra, não sente que você parou de aprender?
SG: Aprendi tudo o que posso aprender [risos]. Mas não, você nunca para de aprender. Você realmente não sabe. E isso é a coisa legal sobre o aprendizado,  é frustrante ou encorajador quando você aprende uma coisa. Uma vez que você fica familiarizado com o fato de que você só vai aprender as coisas, uma de cada vez, porque não há nada que seja a chave para o tudo, sabe? Neste ponto, eu acho que realmente ressoa comigo e eu fico em paz com isso. Eu vou procurar uma coisa legal que me inspira e tento ter uma coisa legal que me inspira todos os dias a aprender, compreender e tocar.


O Mayhem  Festival  foi anunciado há poucos dias (banda é uma das headlines esse ano), como você se sente sobre a turnê com uma banda igualmente enorme, o Korn?

SG : Eu penso que vai ser muito emocionante, eu amo todas as bandas e os integrantes do Korn são nossos grandes amigos. Estar em turnê com os amigos é geralmente a coisa principal pra gente. Estamos muito abençoadas por termos conhecido um monte de bandas grandes e bem sucedidas. As bandas têm de vender ingressos, por isso é muita sorte quando você tem grandes amigos que possam vender assim, porque então você chega a batalhar com eles todos os dias. Eu cresci ouvindo Korn, eles foram uma das minhas bandas favoritas, simplesmente pelo baixo, vocal e guitarras extremamente sábios e inovadores e sem sair da tangente com a bateria; Dave Silveria era demais! De toda forma bandas grandes, amigos e fãs transformam o festival em um grande momento.

O Avenged Sevenfold está em turnês bastante  extensas, como é que vocês irão mudar o seu show para o Mayhem?

SG: Vamos tentar mudar, tão básico como isso soa. Quanto ao show, nós definitivamente vamos fazer um espetáculo maior e melhor por assim dizer. Mais extenso, melhor e maior.

E sobre Download Festival, o A7X é a atração principal em um dos dias, como vai ser?
SG: Vai ser incrível! Do nosso ponto de vista: é a coisa mais legal do mundo. Nós realmente não somos um grande headliner em festivais no exterior. É definitivamente o maior festival, o maior show em que já estivemos. E tem que ser uma espécie tão lendária e histórica para estar neste posto, quero dizer AC/DC foi headline. Da última vez eu estava lá e assisti ao festival, eles tinham System of a Down, quero dizer – é lendário! Vai ser muito legal.
Créditos: A7X Brazilian Fans 

Redes Sociais

Último Vídeo

Turnê


    10/01 – Glasgow, Escócia
    12/01 – Newcastle Upon Tyne, Tyne and Wear
    13/01 – Birmingham, Inglaterra
    15/01 – Sheffield, Inglaterra
    16/01 – Manchester, Inglaterra
    18/01 – Nottingham, Inglaterra
    19/01 – Cardiff, País de Gales
    21/01 – Londres, Inglaterra
    22/01 - Londres, Inglaterra
    12/02 – Frankfurt, Alemanha
    13/02 – Hamburgo, Alemanha
    15/02 – Berlim, Alemanha
    16/02 – Düsseldorf, Alemanha
    18/02 - Amsterdam-Zuidoost, Holanda
    20/02 – Estugarda, Alemanha
    21/02 - Rudolfsheim-Fünfhaus, Áustria
    25/02 – Munique, Alemanha
    26/02 – Zurique, Alemanha
    28/02 – Lila, França
    01/03 – Luxemburgo, Luxemburgo
    02/03 – Paris, França
    04/03 – Copenhague, Dinamarca
    07/03 – Helsínquia, Finlândia
    09/03 – Estocolmo, Suécia
    10/03 – Oslo, Noruega
    07/05 – Kannapolis, Carolina do Norte

Facebook