O processo do Avenged Sevenfold com a Warner Bros. Records irá para julgamento em dezembro.

Postado por Thammy Sartori - 06/09/2017

De acordo com o Hollywood Reporter, o processo contra o Avenged Sevenfold de sua então gravadora, Warner Bros Records pode tomar outros precedentes legais se realmente for a julgamento em dezembro. A Warner processou o Avenged Sevenfold no fim de 2015 quando a banda deixou a gravadora baseando-se no código do Estado da Califórnia chamado “lei dos setes anos”. A lei permite que as partes possam romper o contrato depois de sete anos certas condições desfavoráveis existirem. Quase todos, se não todos, casos similares foram acordados antes de ir a julgamento.

Mas há uma brexa na lei que permite que os selos possam coletar o dinheiro que seria ganhado pelos álbuns não entregues. A Warner Bros. está alegando danos baseado no fato que o Avenged Sevenfold tinha mais um álbum no contrato, enquanto a banda discute a grande rotatividade na equipe do selo deixou um relacionamento de trabalho insatisfatório. Caso perca, o Avenged Sevenfold deve arcar com um veredito que gira em torno de 5 a 10 milhões de dólares. A Warner Bros. também está autorizada a cobrar um montante de mais de 1.5 milhões de dólares.

“Nós percebemos que essa batalha é maior do que apenas nós”, disse o vocalista do Avenged Sevenfold, M. Shadows. “Nós estamos lutando para que todos os artistas musicais tenham os mesmo direitos que todo mundo tem. Não é como se quiséssemos estar ali, mas estamos prontos para a briga.”

Caso não haja acordo antes do julgamento, a Warner Bros. terá de apresentar evidencias na corte de quanto o selo poderia ter ganho com o novo álbum da banda, “The Stage”, caso ele tivesse sido lançado pela gravadora, em vez de ter sido pelo selo novo deles, a Capitol Records. Esse processo pode ser um exemplo para casos futuros.

Complicando a questão é que o ” The Stage” foi lançado de surpresa e isso enfraqueceu o grupo porque vendeu menos nas primeiras semanas do que os 3 álbuns anteriores do Avenged Sevenfold.

O advogado do Avenged Sevenfold Howard King está argumentando que não haveria multo, se houvesse, o que a Warner perderia com o novo disco. “Nós acreditamos que o juri irá concluir que não tem como provar os danos.” Ele conclui falando que o “The Stage” foi um desapontamento comercial. A Warner na verdade perderia dinheiro e teria entregado para o marketing.

Deixe sua opinião

Comentários do Facebook:

Nenhum comentário ainda, quer ser o primeiro?

Deixe seu comentário

Redes Sociais

Último Vídeo

Turnê


    10/01 – Glasgow, Escócia
    12/01 – Newcastle Upon Tyne, Tyne and Wear
    13/01 – Birmingham, Inglaterra
    15/01 – Sheffield, Inglaterra
    16/01 – Manchester, Inglaterra
    18/01 – Nottingham, Inglaterra
    19/01 – Cardiff, País de Gales
    21/01 – Londres, Inglaterra
    22/01 - Londres, Inglaterra
    12/02 – Frankfurt, Alemanha
    13/02 – Hamburgo, Alemanha
    15/02 – Berlim, Alemanha
    16/02 – Düsseldorf, Alemanha
    18/02 - Amsterdam-Zuidoost, Holanda
    20/02 – Estugarda, Alemanha
    21/02 - Rudolfsheim-Fünfhaus, Áustria
    25/02 – Munique, Alemanha
    26/02 – Zurique, Alemanha
    28/02 – Lila, França
    01/03 – Luxemburgo, Luxemburgo
    02/03 – Paris, França
    04/03 – Copenhague, Dinamarca
    07/03 – Helsínquia, Finlândia
    09/03 – Estocolmo, Suécia
    10/03 – Oslo, Noruega
    07/05 – Kannapolis, Carolina do Norte

Facebook