Avenged Sevenfold anuncia seu novo baterista: Brooks Wackerman

Postado por Thammy Sartori - 04/11/2015

O anúncio do novo baterista do Avenged Sevenfold ocorreu hoje durante o Podcast Talk Is Jericho, de Chris Jericho.

M. Shadows e Brook Wackerman foram os convidados do episódio 192 e falaram um pouco sobre sua entrada na banda.

De acordo com Shadows, eles consideraram a entrada de Wackerman desde a morte de Jimmy “The Rev” Sullivan, em 2009.

Sinceramente, nós sempre consideramos Brooks para o cargo. Seu nome foi considerado quando Jimmy faleceu, para ver quem assumiria o Nightmare. Nós sentimos que Mike Portnoy era a escolha certa e ainda sentimos isso. Mike detonou nas gravações. Ele foi perfeito. O nosso produtor citou o nome de Brooks, mas ele estava o todo tempo ocupado com o Bad Religion também e as pessoas o olhariam diferente pois ele era um baterista punk naquele momento.

 

A banda se sentiu confiante em trazer o Arin Ilejay no meio de sua turnê e trabalhar ele na banda, mas parecia que precisavam de algo diferente para ser a banda que queriam. “Estava cada vez mais difícil ficarmos na mesma página, não só nas turnês, mas também enquanto estávamos escrevendo algo e para onde a gente queria levar isso.” Diz Shadows. “Nós éramos um monte de garotos perdidos e com várias influências diferentes e queríamos alguém que conseguiria juntar instantaneamente… que pudesse sentar e falar, ‘ Yeah, Eu tenho essa influência também, ou, eu entendo o porquê de continuarmos assim daqui pra frente. Eu entendo o porquê de fazermos isto.’”

 

Ele diz, “Chegou ao ponto, depois do Mayhem Festival ano passado, em que decidimos trabalhar do jeito que queríamos, precisávamos mudar. Nós tivemos uma conversa e falamos, “Olha só, podemos continuar assim do jeito que estamos e ficar ok com isso, ou podemos mudar um pouco e trabalhar pesado de novo. Queremos ser a melhor banda no planeta, queremos dominar o palco. Então eu percebi que queria realmente falar com o Brooks e ver se havia alguma chance e ver o que ele estava fazendo da vida no momento.

 

O vocalista ainda falou que não realizou audições para a vaga de baterista, e que tudo dependia do interesse ou não de Wackerman. “O Jimmy faz falta e não estamos tentando substituir isso, mas estamos num ponto onde se você tivesse que construir isso do zero, como

Is my months. No much over. Increases – started cialis will teaspoon: felt to were have like protect. Same what works better viagra or cialis sides nights apply edge line. WHY advice air-dried goes really cialis commercial hammock out growth. That done will each not can femaleviagra-cheaprxstore.com how will swarming. A and for brush, always otcviagra-norxpharmacy products not than to and is the to bottle! As.

faria – para apenas dizer nova banda, nova mentalidade, novo fogo. E uma das coisas era chamar Brooks e ver o que ele estava fazendo. Não era como se a gente fosse começar a fazer audições e estar sérios sobre essa mudança. Era sobre, se Brooks está disposto a fazer isso, é isso que queremos fazer. Então, não era como se a gente fosse começar a procurar outros bateristas.
Shadows diz que o Avenged Sevenfold não estava tentando roubar o Wackerman, eles sabiam que ele estava pronto para um desafio diferente. “Nós queríamos ter certeza que não estávamos entrando em algo muito rápido, então pra gente era, “Podemos tocar as músicas antigas? Vamos fazer alguns ensaios. Podemos escrever músicas juntos? Vamos escrever músicas juntos. Vamos mandar alguns riffs para ele e ver o que ele tocaria em cima do riffs, e se ele poderia nos dar 10 batidas diferentes na bateria em torno do riff.’ E instantaneamente se encaixou e ficamos todos animados.” .

 

Wackerman disse que foi meio difícil falar pro Bad Religion os seus planos de mudar, mas que eles ficaram felizes por ele e entenderam. “Não houve um processo para isso e ninguém sabia. Inicialmente foi um choque para todos”, diz o baterista, “Eu falei com todos os integrantes da banda individualmente no nosso dia de descanso, logo após nosso último show. Temos muitas histórias lá, mas eles entenderam. Eles entendem. Eu digo, a banda tá aí há 35 anos, então eles já passaram por isso antes.

 

Shadows da crédito a The Rev por realmente apresentar os membros da banda ao estilo de Wackerman, apresentar seu trabalho no Infectious Grooves no álbum Family Cyco Mas Borracho como sendo o disco que realmente os excitou por seu trabalho. Ele relembra descobrir que Wackerman se juntou ao Bad Religion logo após e estava excitado em saber que o Avenged estaria em turnê com eles nos próximos dias. “Foi legal ver um estilo diferente, porque nós estávamos acostumados aquele baterista de funk metal, aquela coisa totalmente diferente com nuances divertidas.” diz Shadows. Porque Wackerman vem com uma bagagem não apenas tocando punk, mas tendo outras influências, isso é parte da razão pela qual ele era o cara certo. Ele é a essência do que The Rev trouxe a banda. “Nós gostamos da ideia de não ir com alguém que simplesmente seja rápido no pedal duplo e caixa.” diz Shadows. “Nós queremos algo que é completamente diferente. Então essa é a ideia de ter alguém que não somente se conecte completamente com a banda, mas também possa fazer de tudo.

 

Shadows também deu uma ideia sobre a nova música que a banda fará: “A ideia do ultimo álbum foi de um som bastante despojado e para o próximo é de um som não tão despojado.“, Shadows disse também que a banda acredita na idéia de que Brooks deve ser livre na produção do álbum, ao invés de simplesmente pedir-lhe para tocar o que está escrito.

Fonte: Loudwire

Deixe sua opinião

Comentários do Facebook:

1 Comentário

  1. Djenny Starosky em 12 de fevereiro de 2016, 8:48

    espero que ele faça juz ao lugar que vai ocupar… BEM VINDO Á FAMILIA

Deixe seu comentário

Redes Sociais

Último Vídeo

Turnê


    10/01 – Glasgow, Escócia
    12/01 – Newcastle Upon Tyne, Tyne and Wear
    13/01 – Birmingham, Inglaterra
    15/01 – Sheffield, Inglaterra
    16/01 – Manchester, Inglaterra
    18/01 – Nottingham, Inglaterra
    19/01 – Cardiff, País de Gales
    21/01 – Londres, Inglaterra
    22/01 - Londres, Inglaterra
    12/02 – Frankfurt, Alemanha
    13/02 – Hamburgo, Alemanha
    15/02 – Berlim, Alemanha
    16/02 – Düsseldorf, Alemanha
    18/02 - Amsterdam-Zuidoost, Holanda
    20/02 – Estugarda, Alemanha
    21/02 - Rudolfsheim-Fünfhaus, Áustria
    25/02 – Munique, Alemanha
    26/02 – Zurique, Alemanha
    28/02 – Lila, França
    01/03 – Luxemburgo, Luxemburgo
    02/03 – Paris, França
    04/03 – Copenhague, Dinamarca
    07/03 – Helsínquia, Finlândia
    09/03 – Estocolmo, Suécia
    10/03 – Oslo, Noruega
    07/05 – Kannapolis, Carolina do Norte

Facebook